Search
  • atendimento27626

Mitos e verdades sobre o coração

A saúde do coração é algo muito discutido em diferentes meios, e assim como vários assuntos discutidos sobre a saúde em geral, surgem fatos que não condizem com a verdade e, por outro lado, existem alguns desconhecidos que realmente são verídicos.


Conheça alguns desses fatos.

As pessoas que praticam atividades físicas regularmente não contraem doenças cardiovasculares


Mito. A práticas de exercícios físicos liberam uma substância que relaxa as paredes dos vasos sanguíneos e contribuem muito para proteger o coração. Dessa maneira, a pessoa que faz exercício físico e mantém uma alimentação equilibrada tem menos chances de desenvolver patologias do coração, mas não evitam de todo que a pessoa contraia alguma doença do tipo.


Emoções interferem no surgimento de doenças


Verdade. Sentimentos tais como estresse, ansiedade, raiva e tristeza representam fatores de risco para o aparecimento de doenças cardiovasculares.


De acordo com a manifestação dessas emoções, sinais se dão no corpo, através de batimento cardíaco acelerado, tontura, arritmia, respiração em ritmo acelerado, tremores, o que interferem na saúde física e do coração.


Indivíduos jovens também podem sofrer infarto


Verdade. Jovens também estão propensos a sofrer infarto. São diferentes fatores de risco que contribuem para a ocorrência do infarto, tais como o sedentarismo, uma alimentação desregrada e o consumo excessivo de álcool.


Quem sofre parada cardíaca sem dúvidas vai ao falecimento


Mito. Não acontece, sempre uma pessoa que sofrer parada cardíaca, que ela irá, fatalmente, falecer.


Existem casos onde a reanimação cardiopulmonar é feita rapidamente após a parada, mantendo a pessoa com vida. A situação é relacionada ao tempo entre o pedido de socorro e a desfibrilação.


Existem alimentos que são benéficos ao coração


Verdade. Os alimentos que possuem substâncias antioxidantes contribuem para o coração, protegendo-o.


Um exemplo de alimento saudável ao coração é a castanha, que possui gorduras boas, substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias, que estimulam a dilatação dos vasos, reduzem o colesterol ruim e diminui os riscos de aterosclerose e outras doenças cardiovasculares.


Fontes:

CCR

Federação Brasileira de Hospitais

0 views0 comments